quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Sobre as Permanências





A vida é um processo de crescimento, 

uma combinação de situações 

que temos de atravessar. 

As pessoas falham quando querem 

eleger uma situação e permanecer nela. 

Esse é um tipo de morte.



- Anais Nin



Sobre as Nossas Lutas Mais Intímas



Somos o que fazemos, 

principalmente o que fazemos 

para mudar o que somos.


- Eduardo Galeano






Sobre a Força em Nós




Com a força que sinto em mim, 

creio-me capaz de suportar 

todos os sofrimentos, 

contanto que me possa dizer 

a cada instante: 

“Eu existo”. 

Entre tormentos, 

crispado pela tortura, 

mas existo! 

Exposto ao pelourinho, 

eu existo apesar de tudo, 

vejo o sol e, se não o vejo, 

sei que está lá. 

E saber isso já é toda a vida.



- Fiodor Dostoievski




Sobre as Levezas




A felicidade é como a pluma

que o vento vai levando pelo ar.

Voa tão leve, mas tem a vida breve.

Precisa que haja vento sem parar.



-Vinícius de Moraes




Sobre as Musicas que Falam de Nós

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Sobre o Medo




O amor comeu a minha paz 

e a minha guerra, 

o meu dia e a minha noite, 


o meu inverno e o meu verão. 

Comeu o meu silêncio, 

a minha dor de cabeça, 

o meu medo da morte. 




- João Cabral de Melo Neto


Sobre Viena



- Viena.

- Diz. 

- Sabes isso era para mim sempre 

um diapasão no mundo. 

Pronunciar esta palavra.

 Viena , era como fazer soar um diapasão 

e depois observar a outra pessoa, 

com quem estava a falar, 

para ver o que ela ouvia desse som. 

Porque Viena não era apenas uma cidade, 

mas uma voz que uma pessoa ouve 

no fundo da sua alma para sempre ou nunca. 

A minha pátria deixou de existir, desintegrou-se. 

A minha pátria era a Polónia e Viena, 

esta casa e o quartel na cidade, 

Galícia e Chopin. 

A minha pátria era um sentimento. 

Esse sentimento foi ofendido. 

Nesse caso, uma pessoa vai-se embora. 

Para os trópicos, ou para mais longe.

- Mais longe, onde? 

 Pergunta o general friamente.

- No tempo.



- Sándor Mára

( Cidade maravilhosa, Grandiosa.)



quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Sobre o Inatingível



Se as coisas são inatingíveis… ora!

Não é motivo para não querê-las…

Que tristes os caminhos, se não fora

A presença distante das estrelas!


- Mário Quintana


Sobre o Tamanho dos Sonhos




- Que tamanho tem o universo?

- O universo tem o tamanho do seu mundo.

- Que tamanho tem o meu mundo?

- Tem o tamanho dos seus sonhos.



- Augusto Cury


Sobre os Relógios do Tempo




O tempo aprisiona a alma 

quando se trata de ausências impostas.

Busco o tempo em que não era assim

e parece-me inatingível dolorosamente distante

o relógio mantem-se firme resoluto.

Queria poder quebrar todos os relógios

desde a hora que tu partiste.

Pior que o tempo 

somente a certeza de que aquele tempo

não regressa jamais.




quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Sobre os Tamanhos do Tudo e do Nada ( Onde pertenço Eu)




Arranca metade do meu corpo, 

do meu coração, dos meus sonhos. 

Tira um pedaço de mim, 

qualquer coisa que me desfaça. 

Me recria, porque eu não suporto mais 

pertencer a tudo,

 mas não caber em lugar algum.


- José Saramago






Sobre o Infinito



Eu sou incapaz de conceber o infinito, 

e ainda assim eu não aceito finitude. 

Eu quero que esta aventura, 

que é o contexto da minha vida, 

continue sem fim.


- Simone de Beauvoir



Sobre os Perigos do Querer



Ademito :


Eu vou-te  querer sempre

que tu te afastas de mim.

E nunca quando corro

o perigo de te possuír.

Porque faz tempo que tu

deixaste transparecer

que eu sou apenas isso mesmo

um perigo para ti.




quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Sobre o Não Estar no Nosso Lugar



Existem fases da vida em que

tudo se complica!

Parece que de repente tudo

está errado etudo parece ruir 


à nossa volta em camêra lenta.

Eu sinto -me assim , e aparentemente

sem qualquer razão para isso.

Por vezes , este vazio persegue-me , esta falta

constante de estar onde não estou...

Porque será , assim tão dificíl viver aquilo,

que nós sabemos , bem no fundo 

do nosso intímo, ser aquilo

que nos faria felizes.

O meu Mundo está hoje num alvoroço!

Espero acordar amanhã  em paz.




Sobre a Saudade





“Por que sinto falta de você? 


Por que esta saudade? 


Eu não te vejo mas imagino suas expressões, 


sua voz teu cheiro. 


Sua amizade me faz sonhar com um carinho, 


um caminhar, 


a luz da lua, a beira mar. 


Saudade este sentimento de vazio 


que me tira o sono 


me fazendo sentir num triste abandono, 


é amizade eu sei, será amor talvez…


 Só não quero perder sua amizade, 


esta amizade que me fortalece me enobrece 


por ter você.”



- Machado de Assis



terça-feira, 15 de setembro de 2015

Sobre As Músicas que Ficam para Sempre

Sobre os Estados de Alma








Escrevo, triste, no meu quarto quieto, 


sozinho como sempre tenho sido, 


sozinho como sempre serei. 


E penso se a minha voz, 


aparentemente tão pouca coisa, 


não encarna a substância 


de milhares de vozes, 


a fome de dizerem-se de milhares de vidas, 


a paciência de milhões de almas submissas 


como a minha ao destino quotidiano, 


ao sonho inútil, à esperança sem vestígios. 


Nestes momentos meu coração pulsa 


mais alto por minha consciência dele. 


Vivo mais porque vivo maior.





-Fernando Pessoa







sexta-feira, 24 de julho de 2015

Sobre o Ser ou Não Ser



Ultimamente tenho-me vindo a questionar

sobre o que torna um relacionamento em algo 

mais do que isso mesmo!

Desde a facilidade de descartar e usar pessoas.

Existem pessoas fenomenais por aí...

Pessoas que fazem dos relacionamentos estatutos!

Pessoas que tornam futeis, os laços que

deveriam ser fortes , e razão do relacionamento 

em geral...

Outras refugiam-se em desculpas ou até mesmo

em  motivos, que por mais que tentem

não conseguem ser motivos morais fortes

sufecientes , para explicar, toda uma série 

de invasão de privacidade de uma total 

falta de confiança...

Pessoas, que usam a sua posição social como 

posição de poder numa relação?

É nisto que o amor se tornou para muita gente

um prato servido frio numa noite qualquer de uma 

semana qualquer....





segunda-feira, 8 de junho de 2015

Sobre Poder contar Com Outrém





O TEMPO TUDO MUDA ,

TUDO TRANSFORMA.

Existem coisas que demoram tempo 

a explicar-se a si 

próprias , por vezes por mais difícil 

que seja explicar

o tempo mostra-nos sempre 

que o caminho que toma-mos

é certo ou errado. 

Outras vezes o tempo apanha-nos de surpresa

quando nós tinhamos a certeza 

que estavamos no trilho certo.

Eis que um caminho passado 

se encruzilha no trilho presente.

Eu sempre fui incapaz 

de severar cabeças e erradicar pessoas

importantes do passado !

 Fazer de conta que não existiram.

Existem muitas pessoas com essa capacidade , 

eu não pertenço a essa raça! 

Essas pessoas que falam falam e dizem nada .

Eu não busco explicações para tudo! 

Como explicar algo que não exige explicação?!

Um sentimento , uma vontade , um desejo?

Hoje em dia busca-se explicar tudo e viver nada.

Só vou viver um amor se o conseguir explicar!

Só vou sentir algo se o conseguir explicar!

O ser humano de hoje explica muito 

e entende pouco e o mais grave 

vive muito pouco daquilo que 

foi destinado a viver.

Nestes ultimos dias uma das pessoas 

mais coerentes que conhecia

mostrou-se perdida numa encruzilhada 

que ela própria a uns anos atrás 

negou-se a caminhar.

A Incerteza do certo!

É diferente abandonar uma relação 

quando estamos enbriagados por outra. 

 Esquecemos todas as partes 

e concentramo-nos apenas numa...

A nossa.

Passei anos a tentar perceber aquilo que 

ela agora exige saber.

Na altura chamou-me de incoerente e imaturo 

e mandou-me seguir  caminho,

deu-me um monte de definições 

sobre a vida sobre o amor.

Di-se que o amor era uma coisa voluvel...

Nessa altura estava enbriagada por um outro amor.

E eu estava enbriagado por um amor também! 

O DELA...

Agora inverteram-se os papeis e ela está a viver 

aquilo que eu vivi!

Ela busca as explicações que ela 

sempre me negou.

Mas logo no primeiro contacto ela o realizou!

"Sei que te fiz o mesmo, mas por favor 

não me critiques!"

E eu não critiquei , de nada me valia!

O caminho já tinha sido percorrido 

nada mais havia a explicar.

Ela veio pedir ajuda á unica pessoa que ela negou 

e que mais precisou da mesma.

Mas fiquei feliz por isso! Sabem porquê?

Porque prova que ser-mos fieis a nós próprios 

aos nossos valores e estimarmos as pessoas 

que nos deram um pouco de felicidade

dar-mos valor aos nossos momentos 

torna-nos acessiveis.

Torna-nos pessoas de bem , pessoas de caracter 

e com lealdade.

Se eu não fo-se uma pessoa boa eu talvez 

seria a ultima pessoa a quem ela iria pedir ajuda.

E eu sei que lhe custou! 

Sempre difícil ademitirmos os nossos erros 

por mais pequenos que eles sejam.

E a verdade é que foi bom ter perdido uma amante 

e recuperar uma amiga.

E isso foi a coisa mais importante para mim.




segunda-feira, 16 de março de 2015

Sobre as Memórias





Estou exausto e só agora estamos em Março.

 Este ano tem sido já,um bico de obra. 
Como tanta coisa pode acontecer em 4 meses?...
 As memórias são perigosas,
mais facil entrar na vida de alguém do que 
saír ileso de um reencontro,que supostamente deveria ser somente isso. 
Continua a fazer-me impressão a forma futil 
com que tratamos coisas e pessoas que nos foram importantes!
 O mundo muda de uma forma alucinante 
assim como mentalidades, o tempo que nos sobrava de repente escasseia. 
Dizia-me um amigo á pouco tempo que a nossa vida é um conjunto de memórias selectivas.....
Eu discordei!Se formos selectivos em relação 
ás nossas memórias,deixa-mos de existir,eu acho. A vida é maior que nós,
transcendenos de todas as formas.
 As memórias são inrrequietas,ficam fechadas 
em gavetas que teimam em abrir-se a seu belo prazer.
E por vezes da-nos prazer recordar.
Estou exausto e necessito descansar 
a minha cabeça,num lugar onde me 
cheire a conforto.
 Já faz tanto tempo que não sinto conforto. 



terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Sobre o Ano Novo




















































Depois de um ano em grande em muitas coisas,
eis que inicio outro com progressos enormes.
 A casa de praia, completamente remodelada. 
o que me deixa imensamente feliz e realizado.
O reunir de muitos familiares, que tinha perdido o contacto.
 O romper com toda a gente, que me causa dano sem excecpção, 
ao fim de muitos anos, em que me prometia e comprometia a fazê-lo.
Iniciei o ano, com uma péssima noticia ! 
Mas os filhos são maiores e vacinados, e livres de tomarem as decisões 
que mais lhes interessam. A minha filha casou por decisão e conta própria, mesmo 
eu opondo-me, decidiu seguir o caminho dela longe do meu! 
Que seja feliz, no caminho que abraçou.
 Inicio as minhas viagens de 2015, com uma 
viagem a Praga, em familia. 
Serão 4 dias para dar a conhecer, ao mais pequeno uma cidade que me encanta, 
e que me traz tranquilidade.
 2015 também, trouxe a minha resolução mais importante :
 Voltarei a casar, com uma mulher fenomenal,
que soube ,se transformar, e soube comprovar, que vale a pena,eu arriscar de novo.
Este ano será, a nivel profissional um ano de afirmação . 
Engraçado, como o céu deixou de ser um limite !
 Olho para trás, e vejo a minha vida, 
o que lutei sempre sem achar possivel, 
estar onde estou, e ter tanta a gente a empurrar-me para o topo .
O Mundo, está a transformar-se dia a dia, num Mundo mais inseguro e assustador!
 Não consigo entender, estes radicalismos religiosos, que espalham o terror . 
Sinto, que este ano, muita coisa horrivel irá aontecer, que irá mudar, o nosso mundo para sempre ! 
Acho inevitável, que assim seja !
 Por isso, peço a Deus, que seja mesericordioso, para com nós pecadores, e nos ajude.
 Que o amor, prevaleça e ilumine, os corações mais negros, e os guie no caminho da luz.
 2015 inicia-se, com o enterrar do passado.
  


Intensidade

A minha foto
Sou quebra-cabeça de 500 mil peças, quem não tiver capacidade, tenta um jogo mais fácil. Eu supero e agradeço.